Soroban

Soroban

ORIGEM


O soroban é um instrumento conhecido desde a antiguidade e seu uso foi bastante difundido entre os povos orientais. O Japão foi o país que mais contribuiu para a sua evolução e divulgação de suas técnicas.

 

No Brasil, os primeiros sorobans vieram com a imigração japonesa, em 1908, quando ainda era constituído de cinco contas na parte inferior do instrumento. Logo após a Segunda Guerra Mundial é que chegou ao Brasil o soroban moderno que é utilizado até os dias atuais.

 

 O principal divulgador do soroban no Brasil foi o professor Fukutaro Kato, natural de Tókio, Japão e conhecedor das diversas áreas das ciências econômicas e contábeis a partir do ano de 1956.

 

Joaquim Lima de Moraes, após perder a visão em conseqüência de uma miopia progressiva, foi o primeiro brasileiro a se preocupar com o modo de calcular que os cegos dispunham. Foi então que Moraes conheceu o soroban, um instrumento de custo acessível e que trouxe facilidade e mais rapidez para a realização de cálculos por pessoas cegas.

Em seus primeiros contatos com o aparelho, Moraes percebeu que as contas nos eixos deslizavam com muita facilidade e que seria difícil para uma pessoa cega manipulá-lo com o toque dos dedos.

 

Em seus estudos com seu aluno e amigo José Valesin, adaptou o soroban introduzindo uma borracha compressora e pontos salientes ao longo da régua, a qual resolveu a dificuldade dos cegos em manipular esse aparelho.

 

 

CONSTRUÇÃO


O soroban é um instrumento retangular, com uma régua de numeração que divide o aparelho em dois outros retângulos, um na parte inferior e outro na superior. Na régua de numeração existem pontos salientes que separam as ordens das unidades, dezenas e centenas de cada classe.

 

Contêm também hastes ou eixos a qual se movimentam as contas. Em cada haste da parte superior do instrumento contêm uma conta e, na parte inferior, quatro contas. Internamente possui uma borracha compressora que impede que as mesmas deslizem facilmente.

 

USO


O soroban adaptado para cegos e suas estratégias e técnicas de utilização, atualmente é um auxilio imprescindível na aprendizagem da matemática, onde a pessoa pode dispor de todos os cálculos como adição, subtração, multiplicação e divisão de números inteiros, fatoração, Mínimo Múltiplo Comum, Máximo Divisor Comum, cálculos com números decimais e extração de raiz quadrada ou radiciação.

 

Para saber mais sobre o soroban e sua aplicação indicamos a leitura do caderno "Pré-soroban" disponibilizado pelo MEC. 

 

Fazer o Download (Versão TXT)

 

Voltar ao menu anterior

Unidade Olhos da Alma
Rua Maestro Grossi, 348 - Jaboticabal, SP

Fone: (16) 3202-5349

contato@olhosdaalma.com.br
Olhos da Alma